20 coisas que aprendi durante meu primeiro ano de UK

–  Como passa rápido!

Acho que essa é a reação que você sempre ouve de quem passa um tempo fora do país – e é a mais pura verdade. Não sei se é aquele sentimento de “estar longe de casa” ou o deslumbramento por tudo ser novidade (ou coisa da idade mesmo ahahahahha) mas tudo parece ter passado tão rápido durante esse último ano. Lembro de chegar no aeroporto de São Paulo aflita mas contente, somente com um passaporte, uma matrícula em um curso de inglês, hospedagem e um Projeto na cabeça, sem saber exatamente o que me esperava aqui em UK.

Dizem que o primeiro ano é o mais difícil e não vou dizer que foi fácil (nem que foi terrível), mas posso dizer com certeza que aprendi MUITO (e ainda sinto que não sei de nada). Por isso resolvi fazer essa lista com algumas das coisas que aprendi durante esse um ano de UK. Enjoy it! 🙂

post19_foto2

  1. Você não sabe nada de inglês (não importa quantos anos você passou estudando inglês. Muito provavelmente você vai apanhar no idioma. Mas não se preocupe porque muita gente aqui também está aprendendo :));
  2. Não espere que as pessoas fiquem impressionadas quando você diz que é do Brasil (nada pessoal. Aqui tem gente do mundo todo, então tudo é muito comum. Bem diferente de quando chega gringo no Brasil e é bombardeado com perguntas sobre seu país. Não espere o mesmo afeto dos gringos.);
  3. O transporte público de Londres é lotado (não tanto quanto o de São Paulo) e a maioria das linhas de metrô são bem velhas e sujas (mas nada que tire a alegria de poder ir à qualquer lugar da cidade);
  4. Não se engane: Ovaltine não é Ovomaltine. Ovaltine é um Ovomaltine que não deu certo (e tem uma embalagem safada, muito parecida com a do Ovomaltine, que te faz pensar que é a mesma coisa), e eu nunca vi Ovomaltine nos mercados daqui (#chatiada);
  5. Quando sai o sol, todo mundo vai para parques, praças, jardim de igreja, qualquer lugar que tenha grama (até mesmo na hora do almoço, para fazer quase um piquenique improvisado);
  6. Aqui trabalha-se muito. Não existe CLT e o salário é pago de acordo com o número de horas que você trabalha, então muita gente trabalha em mais de um emprego, dia e noite, finais de semana, etc. É o tipo de coisa que você não vê em post do Facebook ;);post19_foto1
  7. Café da manhã britânico (aquele com salsicha, feijão, ovo e tal) e fish and chips é comida de turista (tudo bem, as pessoas que moram aqui comem de vez em quando, mas não faz parte da rotina do britânico);
  8. Londres não é sempre cinza e chuvosa (mas não custa levar um guarda-chuva na mochila ;)). Em compensação venta bastante. Muito. O tempo todo.;
  9. Tem grandes chances de você trabalhar em um emprego “simples” ou “subemprego”, como queira. Aqui a concorrência é grande, o inglês conta muito, experiência em UK é um diferencial e ter um tempo considerável de moradia no Reino Unido também conta. Ou seja, esteja preparado para arregaçar as mangas, ganhar o seu espaço e pagar as contas. Não é vergonha nenhuma trabalhar em restaurante, com limpeza, construção ou o que quer que seja;
  10. Trabalhar fora da sua área não é regra. (Ahhhhhh mas você acabou de dizer… SIM.) Se você é bom no que você faz, tem um bom nível de inglês, está bem preparado, você tem chance sim. Capricha no seu currículo, LinkedIn, estude, e vai atrás. A concorrência é grande mas o mercado também ;);
  11. Ingleses adoram cartões. Quando você consegue um emprego, muda de casa, tem filho, faz aniversário – tudo é motivo para dar um cartão. Existem diversas lojas que vendem apenas cartões. Fica a dica se você quiser fazer amizade com um inglês. 🙂
  12. Aqui as tomadas têm botõpost19_foto3es que ligam e desligam a eletricidade, então ela só funciona se você apertar o botão que fica do lado dela;
  13. A história é muito valorizada por aqui. Prédios e casas onde viveram grandes personagens da história possuem plaquinhas com informações sobre seus antigos inquilinos. Não se surpreenda se você esbarrar com as casas onde moraram Freud, Napoleão III, Gandhi, Jimi Hendrix, Charles Chaplin ou Marx (clique aqui e saiba mais);
  14. Você vai sentir falta do Brasil. Sim, vai bater aquela saudade da família, dos amigos, da comida, de como é fácil fazer amizade no Brasil, de dominar a cidade e o idioma, de saber como as coisas funcionam e quando essa saudade bate você vai se pegar ouvindo pagode, samba e até funk (me julguem), se imaginando comendo um camarão na praia, no churrasco com a família, um PF caprichado, e vai rolar um momento depressão. Estamos juntos, amigos <3;
  15. Em alguns momentos você não se imagina morando novamente no Brasil. A possibilidade de aprender, viajar, explorar, a facilidade na hora de comprar um carro ou um iPhone e não ter medo de andar com eles pela rua, poder voltar de madrugada para casa sem ter medo ou ficar se preocupando se tem transporte público, poder comprar de tudo no mercado mesmo ganhando o salário mínimo por hora. É… cada escolha uma renúncia e você vai pesar todos os prós e contras. Várias vezes;
  16. No mercado, você pode passar pelo caixa automático onde você mesmo passa os códigos de barras dos produtos, coloca nas sacolas (e paga por elas) e paga pela sua compra sem nenhum atendente por perto;post19_foto4
  17. Depois de alguns meses morando em Londres, você começa a pegar birra dos turistas (os turistas que me perdoem, mas é verdade). Quando você está atrasado se esquece que você também ficava perdido no começo e se irrita com as pessoas que demoram 3 horas para recarregar o Oyster para a família inteira, andam lentamente apreciando tudo e levam malas gigantes no transporte público em horário de pico;
  18. Ingleses gostam de chá mesmo (até porque o café daqui não é lá aquelas coisas :P);
  19. As embalagens dos produtos sempre têm um jeito fácil de abrir e/ou uma etiqueta para fechar depois. Você dificilmente precisa procurar uma tesoura ou faquinha para abrir uma embalagem. Tudo é muito prático;
  20. A água daqui tem MUITO calcário e mesmo assim as pessoas tomam água da torneira. Não me perguntem como passam dos 30 aahahahhahah. É uma água que deixa o chuveiro manchado de branco, a louça, a pia, tudo o que toca. (Dica: compre água mineral no mercado. É super barato e do meu ponto de vista vale muito a pena);
  21. BÔNUS: Londres é uma cidade incrível – difícil não se apaixonar. Uma cidade de misturas, de história, de eventos, que sempre se reinventa. Há uma ano atrás eu não pensaria que amaria tanto essa cidade. ❤

Se inscreva no canal do Youtube

Siga @ProjetoUK no Instagram

Curta Projeto UK no Facebook


Comente:

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.